Esqueceu sua senha? | Cadastre-se

Ampliação do Porto de Itajaí vai impulsionar economia de Santa Catarina

20/01/2020

O sucesso no primeiro teste da nova bacia de evolução do Complexo Portuário de Itajaí está sendo comemorado pelas entidades empresariais do Estado e pelas autoridades e público da cidade praiana.

A partir desta primeira experiência, os navios pós-panamax, com mais de 300 metros de cumprimento e 48 de largura, poderão operar nos dois principais portos do Vale do Itajaí. E esta é a tendência atual no mundo inteiro e o novo sistema de transporte marítimo também na costa brasileira.

A operação bem sucedida só foi possível pelas obras de dragagem e ampliação da Bacia de Evolução.
O complexo portuário de Itajaí teve no ano passado um desempenho extraordinário. Já é o segundo porto em exportação de contêineres, perdendo apenas para o porto de Santos.

Os benefícios para a população de Itajaí são visíveis há muitos anos. A cidade se desenvolveu, elevou o movimento econômico e expandiu a área de depósito de contêineres para além da BR-101.

O maior problema, contudo, continua no atraso da chamada Rodovia Portuária, prometida pelo governo federal há mais de 10 anos e até hoje não concluída.

O movimento de transporte rodoviário de carga sobre a BR-101 também acaba provocando engarrafamentos gigantescos naquela região, No verão, os congestionamentos se multiplicam pela presença de turistas em Balneário Camboriú.

A região já carece de uma via de contorno da principal rodovia federal há muito tempo. E não há sequer projeto neste sentido.

As entidades ligadas ao setor produtivo estão comemorando a nova etapa do porto de Itajaí. O presidente da Fiesc, Mário Cezar de Aguiar, destaca que a ampliação do complexo portuário de Itajaí vai repercutir positivamente na melhoria da competitividade dos produtos exportados por Santa Catarina, em especial das carnes produzidas no Oeste.

O volume embarcado de carne suína em 2019, por exemplo, teve aumento de 35% em relação ao ano anterior. E a tendência é de melhoria deste desempenho pela elevação das importações pela China. Isto impacta positivamente toda a economia da região oeste e de Santa Catarina.

Fonte NSC Total